Cinema – Heleno

Heleno, o filme, vale a pena ser visto, especialmente se você quiser (adaptando aqui uma frase do Zanin), fazer uma reflexão sobre a tragédia da fama, sobre os enganos do mundo das celebridades.

Normalmente, associo, associamos, sucesso e dinheiro a felicidade, mas essa equação nem sempre tem resultado seguro. Aliás, talvez a vida de todos nós, bilhões que estamos por aqui, nos reserve mesmo mais tragédias do que momentos felizes, e os ricos e/ou famosos apenas tenham suas mazelas mais divulgadas.
Sei que é assim, mas não me acostumo a essa idéia, nunca. Não consigo entender. Muitos, que poderíamos chamar preconceituosos, costumam dizer que, entre os famosos, as tragédias são mais freqüentes entre aqueles sem formação acadêmica, estudo, sem estrutura para lidar com a fama, sucesso, dinheiro fácil. Alguns tristes (não no sentido financeiro) jogadores de futebol (e me refiro só aos brasileiros) estão aí a nos mostrar tragédias nada invejáveis, que provavelmente nenhum de nós toparia encarar, mesmo com toda a grana que têm.

Embora não entenda nada de futebol, nunca tenha jogado e nem mesmo assistido a uma partida completa sem sair da frente da tv, tenha ido poucas vezes aos estádios, não tenho nada [já tive, muito] contra, não fecho os ouvidos e os olhos a um bom texto sobre futebol, que muitas vezes é apenas o chute inicial para reflexões maior sobre a vida. Esporte e futebol rendem boas ideias, textos, histórias, e filmes. Lugar comum: futebol é, também, vida.

Heleno conferi, gostei, recomendaria a todos que quiserem assistir a um filme muito bem feito, com fotografia impecável, que nos remete a um Brasil e a um Rio que já não existem. Não fosse pela distância que separa personagens e contextos, diria que há, em Heleno, algumas doses da “Doce Vida”, naturalmente sem a tragédia final do protagonista.

Além disso, a simples presença de alguns atores sempre recomenda que assistamos a um filme. Em Heleno, Rodrigo Santoro fez belíssima figura. E não, não é pela beleza física. Quem assistir entenderá.

Anúncios
Esse post foi publicado em Arte., Cinema e vida. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Cinema – Heleno

  1. Lucas disse:

    Nossa, agora me deu vontade de assistir! Não sou muito fã de futebol, mas podemos dizer que existe ao seu redor uma aura de muitos dramas. Desde dramas comezinhos, como quando se assassina um torcedor em plena rua de São Paulo, até dramas mais pungentes, como o da vida de Garrincha. Vou assistir, se você gostou, deve ser ótimo.

    Abração.

  2. Junior Nery disse:

    Que bom ler isso. Pensei em conferir o filme, mas não curto o trabalho do Rodrigo Santoro (com poucas exceções).

  3. hehehe
    o problema é tentar ser feliz sem dinheiro…

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s