Dias de reflexão. Para todos nós.

“Ter que morrer um dia. Difícil acreditar nisso.”

[por Eustáquio Gomes, em seu livro “Viagem ao centro do dia”.]

Anúncios
Esse post foi publicado em Arte., Vida real. Bookmark o link permanente.

14 respostas para Dias de reflexão. Para todos nós.

  1. Margot disse:

    Linda música Alex e uma homenagem justa. Mas, mais difícil que acreditar em ter de morrer, é quando essa hora chega de forma tão terrível como foi..e tão abrupta.
    Abraços querido

  2. O que me assusta mais é a morte prematura, evitável, decorrente dessa banalização coletiva da vida. E não se trata de acusar a ou b. Todos nós, de alguma forma, contribuímos para tragédias no dia-a-dia…

  3. é, foi mto chocante a morte daquelas pessoas…

  4. fred disse:

    Eu ando numas que nem consigo – como de costume – debochar da cara dela. Da morte. Clima pesado por aqui. Mas vamos em frente, afinal, ainda tem vida, nzé? Bjos!

  5. É dificil mesmo acreditar que certas coisas , como essas realmente aconteçam …

  6. fred disse:

    A tendeça é ficar de p*u duro no metrô, então… hahaha! Querido meu… tem um comment seu deletado num post do TPM… mas não fui eu quem deletou, viu? Bjos!

    • Eu mesmo deletei, Fred. Achei melhor. Tava todo mundo adorando e tal, não quis estragar o clima.
      Tinha falado que não tinha gostado muito do filme, pouco convincente, o pedreiro com cara de michê, salvo, entretanto, pelas batitinhas sutis e muito criativas ao final, imitando pedreiro trabalhando… e aquele pac-pac gostoso…
      Bjos

  7. Aqui chego a partir do Fred! Q bom descobri-lo por aqui em BlogsVille. Pena q chego em um momento tenso … cito apenas uma frase de Nietzsche q me acompanha desde e sempre: [tb citada pelo Fred em minha entrevista]: “O gosto de minha morte na boca deu-me perspectiva e coragem. O importante é a coragem de ser eu mesmo.” … por aí meu querido …
    Uma viagem e tanto navegar aqui por seu blog … a série Um menino q gostava de meninos é de um lirismo ímpar … uma experiência comum à grande maioria de todos nós … o tempo passa, gerações se sucedem mas a problemática continua a mesma … Estou te linkando para não te perder de vista … continuo aqui a navegar por sua conversação …

    bjão querido

    ps: obrigado por seu carinho lá no TPM!

  8. fred disse:

    Olha o Fred e o TPM promovendo a interação blogueira… hahaha! Caríssimo, homens como o Braccini e o senhor são raros hoje em dia… por isso que eu não largo vocês… hehehehe! Bjos e bora atualizar esse blog, nzé? Heheheh!

    • Querido, acredite, e não pense que estou fazendo gênero ou falsa modéstia, não: eu ainda tenho que comer muito feijão e muito sal pra chegar a ser digno de pisar o mesmo chão que o sr. Bratz. Acredite.
      Mas agradeço a consideração, e especialmente a oportunidade do cotnato direto com ele! Beijos.
      P.S. Dias confusos, me recuperando… voltarei a escrever…

  9. fred disse:

    Então continuarei esperando… hehehe! Bjs!

  10. fred disse:

    “Boi de exposição” foi MARA! Ri alto! Hahahaha! Bjs!

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s