Palavras serão, ainda, sempre necessárias?

Essa pergunta me ocorre quando começo a divagar pela Internet. Hoje as imagens ganham um lugar que, outrora, só a palavra escrita podia ocupar.

Assim é com a palavra amor, desgastada para muitos, ainda sonhada para outros tantos, incompreendida pela maioria, inaceitável para não poucos, perfeita para quem acredita em perfeição, imperfeita para quem é realista, piegas para os descrentes, verdadeira para os crentes, tola para os que se julgam espertos, dolorida para os feridos, gostosa para os inocentes, tesuda para os fogosos, dispensável para os pragmáticos, inexistente para os psicopatas, eterno e incondicional para quem, além de usar o substantivo, aprendeu também a conjugar o verbo…

Na falta de assunto, na ausência de palavras, deixo aqui dois arquivos. Um curta e o trailler de um longa. Amor é a palavra que se aplica a ambos. Cada um deles poderá ser piegas, inacreditável, surreal, verdadeiro, desejável, incrível…

Escolha seu próprio adjetivo.
As palavras continuarão sendo necessárias… Se não para entender o mundo, pelo prazer que nos trazem na fruição do mesmo mundo, do nosso mundo!

Aliás, só agora me dei conta do jogo que as palavras fizeram: Durán e Dolan!!!

O curta, Sígueme, de Alejandro Durán:

O trailler, do longa Laurence Anyways, de X. Dolan.

Anúncios
Esse post foi publicado em Arte., Cinema e vida, Gay, Letras e vida, Sexualidade. Bookmark o link permanente.

17 respostas para Palavras serão, ainda, sempre necessárias?

  1. Q palavras aplicar aqui … AMOR! Simplesmente AMOR! Amor q flui pelos poros sem rótulos, sem pré-conceitos … Simplesmente FLUI de forma VERDADEIRA e CORAJOSA …

    Perfeito e magnificamente belo!

    Beijão …

    • Associamos sempre amor a coragem. E acho que é mesmo preciso ter coragem para começar a amar. Tudo que está distante e nos é desconhecido exige coragem para seu enfrentamento. Depois de conhecido, o Amor simplesmente flui, como a água da chuva, como o ar que respiramos, como o sorriso que não negamos, como o cumprimento que não esquecemos, como um gesto de atenção que fazemos, como o tesão que vem, como a vontade que está. Amor e prazer de viver: Tudo a ver!

      Beijão!!

  2. Rodrigo disse:

    Palavras apenas? Palavras pequenas? Sim e não. Gestos, atitudes e presença também representam o amor. Infelizmente muitos de nós negligenciamos os sentimentos em prol do trabalho, da rotina, dos afazeres…o amor e outras coisas fica lá no fundo, como se não fosse grande coisa.
    Deixar fluir…sem pressionar…sem cobrar, sem ajeitar…porque amor não se define, se sente

    Bjs

  3. Bruno disse:

    Minha palavra favorita : Amor!
    Quem vivencia este sentimento sabe o quanto é doce e amargo ao mesmo tempo… mas necessário nesta roda da vida em que nada é perfeito, apenas alguns momentos em que acreditamos estar de acordo com aquilo que sentimos; Quem é indiferente ao mesmo, penso que passa pela vida como uma sombra e como é importante a claridade, um raio de sol…

  4. ptolomeu1965 disse:

    Sígueme é uma linda e poética analogia de uma trindade!

  5. Gera Souza disse:

    Gosto da palavra “SURPREENDENTE” pois o amor sempre nos surpreende!

    Acredito que seja uma função do amor, nos surpreender.. nos pegar pela mão e

    nos rodopiar, fazendo nosso mundo girar de emoção!

    Viva o amor!!!

    Beijão

  6. Foxx disse:

    super queria o Paco desse pra mim, onde arranja?

  7. fred disse:

    Curti o curta… hehehe! E meu caro amigo: palavras sempre serão necessárias. Mesmo aquelas que a gente nunca diz. Eu pelo menos faço questão de acreditar nisso! Adorei a atualização! Ótimo findi pra ti, queridão! Bjos!

  8. Latinha disse:

    “As palavras continuarão sendo necessárias… Se não para entender o mundo, pelo prazer que nos trazem na fruição do mesmo mundo, do nosso mundo!”

    Adorei essa frase, acredito nisso… as palavras para mim sempre foram mais sedutoras que as imagens… Muito legal a atualização! Grande abraço meu amigo.

    • As palavras serão sempre necessárias, para o mínimo de comunicação. Pelo menos enquanto não pudermos nos comunicar por telepatia… rsrs. Entretanto, creio que o uso prazeroso delas vai diminuindo muito….
      Grance abraço, meu caro amigo!

  9. Adriano disse:

    Amor, a palavra mais complexa que conheço. E também a mais gostosa de se sentir, verdadeiramente. Gostei do curta, embora aquele final… sei não! (rs)

    Abraços

    • … aquele final… me soa um tanto impossível…
      Amor é, talvez, a palavra mais simples e ao mesmo tempo mais complexa.
      Simples de sentir. Complexo demais para ser explicado!
      Deixo isso para os teóricos, filósofos, terapeutas…

  10. fred disse:

    Caríssimo amigo! Gracias pelas felicitações e pela tua companhia nas minha aventuras blogueiras!!! E com certeza TPM de 4 vai baphônico… hahahahaha! Bjão!

  11. fred disse:

    Ah… e esses que “desabrocham” na maturidade são os melhores… ui! Hehehehe! Bjs!

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s