Arquivo da categoria: Desabafo

Tempo de recolhimento

    Os tempos exigem serenidade. O desafio atual é ser capaz de colocar em prática aquela tolerância sobre a qual tanto lemos nas obras doutrinárias. A hora é de provação. Que sejamos todos dignos do momento de mudanças que … Continuar lendo

Publicado em amigos, Amigos Virtuais, Desabafo, Política, Religião, Vida real | 5 Comentários

avalie se algum ponto do seu ser não se modificou enquanto o senhor estava triste.

Facebook tem alguma utilidade. Hoje me trouxe esse texto. Compartilho aqui. Não será, certamente, novidade pra maioria. Pra mim, é (ou era?). Se a tristeza é necessária, nunca saberei, mas se é inevitável, que seja grande! Que sirva pra alguma … Continuar lendo

Publicado em Arte., Desabafo, Vida real | 8 Comentários

A responsabilidade das [minhas] palavras

Há muito tempo descobri que as palavras me perseguem, pedem para sair a esmo, que eu lhes dê liberdade. Não palavras especiais, nem especialmente arranjadas. Essas ainda não me chegaram. Alguns diriam que isso é viagem, bobagem. Ok, pode ser, … Continuar lendo

Publicado em Biografia, Desabafo, Ser blogueiro, Vida real | 12 Comentários

Algumas palavras, não deveríamos dizer [nem] a nós mesmos

Palavras sem rumo podem revelar uma vida perdida, ou uma vida em mudança… Para o bem, para o mal… Maio chega ao fim. Mais um mês improdutivo em minha vida. Nada fiz, nada avancei, mas também não havia rumo a … Continuar lendo

Publicado em Desabafo, Língua solta, Proseando | 8 Comentários

A revolta improdutiva que habita em mim

Carta ao amigo A., de 1ºde maio último. // Caro A., Ontem estava assistindo a uma entrevista na Cultura. A fala do entrevistado me calou fundo. Escancarou em mim algo que sempre soube, mas nunca quis contar nem pra mim … Continuar lendo

Publicado em Biografia, Desabafo | 6 Comentários

Noites que me assustam!

Desabafo para minha releitura. Sensação de desespero inexplicável. Volto aos treze/quatorze anos, quando, por duas vezes, acordei aos berros na madrugada, vivendo uma situação de pavor, tomado não por monstros — nem pra imaginá-los monstros isso minha imaginação jamais serviu … Continuar lendo

Publicado em Biografia, Desabafo, Língua solta | 7 Comentários