Arquivo da categoria: Sem Categoria!

dálias indiferentes

João vivia ultimamente liberto dos pesadelos que o assaltavam até há poucas semanas. Até o ingênuo João sabia que parte de seus sonhos macabros, talvez mesmo a parte mais substancial deles, não era de origem endógena, orgânica ou espiritual, mas … Continuar lendo

Publicado em Sem Categoria! | 7 Comentários

E agora, tio? – X

… continuando uma história mal começada, ou breves elocubrações de quem não tem nada pra fazer e resolve fazer ginástica com os dedos … Muitos dizem que uma história é boa quando pode ser contada. Alguns, que histórias boas são … Continuar lendo

Publicado em autoficção, Letras e vida, Sem Categoria!, Ser blogueiro, Vida real | 12 Comentários

Poemeu da vaidosa insignificância

Na Rede do mundo, somos todos, e somos nenhum. Quero a atenção de muitos, mas descubro, ou antes confirmo, O que sempre desconfiava: que sou quase ninguém, Um quase nada. Um nenhum. E… Eureka! Sendo nenhum, ninguém e nada, Descubro … Continuar lendo

Publicado em Sem Categoria! | 2 Comentários